Mapas mentais para redação de ensaios (guia + exemplos)

Read this post in:

Neste artigo, aprenda como usar mapas mentais para redação de ensaios. Mapas mentais não só facilitam como também ajudam a poupar muito tempo com essa tarefa. Para aprender como essa técnica eficaz funciona, siga os passos indicados a seguir.

Procurando mais formas de usar mapas mentais? Inspire-se com estes 13 exemplos de mapas mentais.

Mapas mentais para redação de ensaios (guia + exemplos)

O que é um mapa mental?

Um mapa mental é um diagrama que exibe informações visualmente. Você pode criar mapas mentais com caneta e papel, ou usar uma ferramenta de mapas mentais online como o MindMeister. Seja como for, as etapas para criar um mapa mental são simples:

1) Escreva o assunto no centro do papel/tela.

2) Desenhe ramificações que apontem para fora do centro. Cada ramificação simboliza um pensamento ou ideia relacionado ao assunto. Use palavras-chave relevantes para escrever essas ideias nas ramificações.

3) A partir de cada ramificação, mais ideias podem se ramificar. Não há limite para o número de níveis hierárquicos em um mapa.

4) Use cores, ícones e imagens sempre que possível. Eles funcionam como gatilhos mentais e podem ajudar a estimular novas ideias , importante para sessões de brainstorming.

Basic Mind Map Structure

Agora que você sabe como criar um mapa mental básico, veja como criar mapas mentais para redação de ensaios.

1º passo: como usar um mapa mental para encontrar um bom tópico para seu ensaio

Se puder escolher o tópico do artigo, busque o que já foi abordado por pesquisadores, mas que ainda permita apresentar novas descobertas e conclusões. Caso escolha um tópico que já foi explorado em profundidade por pesquisadores, pode ser mais difícil desenvolver uma perspectiva única.

Se possível, o tópico deve ser algo em que você também esteja pessoalmente interessado, ou se identifique de alguma forma. Isso faz a tarefa de escrever menos assustadora. A melhor forma de achar esse tópico é com uma sessão de brainstorming.

Como fazer brainstorming de ideias de tópicos em um mapa mental

Crie um novo mapa e escreva “Meu Ensaio” ou “Meu Artigo” no centro. Agora, adicione ideias ao redor do centro. Elas podem ser coisas que seu professor sugeriu, assuntos discutidos em aula ou qualquer aspecto relevante para você começar.

Em seguida, anote suas próprias áreas de interesse e veja onde elas se cruzam com as ideias anteriores. Depois de criar algumas boas ideias para o assunto do seu artigo, você pode compará-las, anotando os prós e contras. Elimine tópicos até ficar com apenas um – esse será o tópico do seu artigo.

No exemplo abaixo, o único requisito era escrever um artigo sobre literatura do Renascimento inglês. Você verá vários escritores famosos da época citados no mapa, junto de aspectos de seus trabalhos que podem ser examinados em um artigo, como o simbolismo, ou os conflitos dramáticos.

Mind map for essay writing (brainstorming topic ideas)

2º passo: comece o processo de pesquisa

Ao trabalhar com as fontes primárias e secundárias, é muito fácil ficar confuso com os vários argumentos e contra-argumentos mencionados pelos diferentes autores. Muitos alunos ficam frustrados e perdem tempo apenas tentando descobrir como fazer todas as diferentes informações se encaixarem em um texto coerente.

O que você precisa, portanto, é de um sistema para coletar e estruturar todas essas informações em um local central, para que possa revisar facilmente os materiais enquanto escreve.

Como coletar pesquisas em um mapa mental

Crie um novo mapa mental para cada fonte (livro, artigo, ensaio) que você ler e anote no mapa mental enquanto escreve o texto. Alternativamente, você pode usar um único mapa e listar nele todas as suas fontes e criar ramificações para cada página/parágrafo/citação que deseja usar em seu artigo.

No mapa abaixo, você verá que — com base na nossa sessão inicial de brainstorming — escolhemos ‘Amor em Romeu e Julieta’ como tópico do nosso artigo. Para nosso mapa de pesquisa, escrevemos este tópico no centro e criamos ramificações individuais para cada fonte secundária que lemos.

Ao lado do título do livro, anotamos os tópicos abordados na fonte, sua questão central, bem como passagens importantes que podemos querer citar no nosso ensaio.

Collecting essay sources in a mind map

Confira algumas dicas práticas para ajudá-lo:

  • Use cores, setas e ícones para indicar conexões entre os argumentos e citações.
  • Certifique-se de adicionar os números das páginas de suas fontes secundárias aos tópicos no mapa. Isso facilita consultas ou verificações de fatos posteriormente. Se suas fontes são online, também pode anexar links diretamente aos tópicos em seu mapa.
  • Conforme avança, você pode reestruturar as fontes de acordo com seus temas comuns. Isso geralmente fornece uma visão geral melhor do material que você tem disponível para cada seção do seu artigo.

Aqui está outro exemplo de um mapa de pesquisa. Esse é o mapa para tomar notas da leitura de Romeu e Julieta, de Shakespeare, assunto do artigo. Como pode ver, criamos ramificações para cada passagem do texto que será analisada no ensaio.

Visualizing text passages in a mind map

3º passo: esboce seu artigo em um mapa mental

Antes de dar início à redação de fato, é muito importante que você crie um esboço do seu artigo. Ele o ajudará a criar uma estrutura coerente de argumentos, contra-argumentos, exemplos, citações e fontes que deseja indicar no ensaio.

Você pode revisar rapidamente esse esboço sempre que se desviar do processo de redação ou quando não tiver certeza sobre como continuar. Um mapa mental é um ótimo formato para esse tipo de esboço, pois traz a visão geral da sua tese e de toda a estrutura textual.

Essay structure outline in a mind map

Se estiver usando um software de mapas mentais como o MindMeister, você também pode:

  • Vincular os tópicos individuais em seu mapa aos respectivos mapas de pesquisa que você criou.
  • Adicionar notas e prazos a cada etapa para garantir que sua redação permaneça dentro do cronograma.
  • Exportar o esboço finalizado em formato de documento do Word e utilizá-lo como base para seu artigo.

Usar mapas mentais para planejar seu ensaio não apenas facilita o processo de escrita, como permite que você trabalhe as fontes com mais eficiência, encontrando e revisando informações rapidamente. Lembre-se: você pode usar mapas mentais para todos os tipos de tarefas de redação — de ensaios a histórias curtas e de relatórios de livros a blog posts. Comece hoje!

Veja também: Guia de mapas mentais para estudantes